11 de nov de 2009

Saudades do Brasil: documentário sobre Lévi-Strauss

O documentário "Saudades do Brasil", produzido em 2005, faz uma reconstituição da experiência do antropólogo Claude Lévi-Strauss no país. O programa traz uma entrevista exclusiva com um dos maiores intelectuais do século 20, que morreu no último dia 30, em Paris, cerca de um mês antes de completar 101 anos.

Com pesquisa, roteiro e direção de Maria Maia, o documentário tem depoimentos de intelectuais como Antonio Cândido, Jean Malaurie (editor de Tristes Trópicos, uma das principais obras do antropólogo), Manuela Carneiro e Eduardo Viveiros de Castro, além da participação especial de Caetano Veloso e da atriz Juliana Carneiro da Cunha.

Belga de nascimento, mas de família francesa, Lévi-Strauss chegou ao Brasil em 1935, integrando o segundo grupo de professores europeus que vieram dar aulas na recém-criada Universidade de São Paulo (USP). Nessa época, o francês organizou, com o apoio do escritor Mario de Andrade, as famosas expedições às aldeias Bororo, Kadiwéu e Nambiquara. As experiências e registros dessas viagens foram relatados 15 anos depois, no livro Tristes Trópicos.

A equipe da TV Senado registrou a rotina do pensador, que alternava o trabalho diário em casa com duas ou três idas semanais ao minúsculo escritório no mezzanino da biblioteca da École des Hautes Etudes da capital francesa. Lá, ele trabalhava cercado de objetos que comprovavam suas saudades do Brasil: pequenas cerâmicas Kadiwéu, mapa da América do Sul na parede, uma coleção na estante com obras de Guido Boggiani, Mário de Andrade e Euclides da Cunha.

Fonte:
http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=97134&codAplicativo=2





Nenhum comentário:

Outros olhares...

Porque a realidade costuma ser opaca... e, não poucas vezes, nossos olhares escorregam na sua superfície